continue reading hover preload topbar hover preload widget hover preload

Eternas Rivais – Coca Cola X Pepsi

Categorias: CasesPostado em: 10/21/2010 por: admin

Duas gigantes nascidas nos Estados Unidos somente com sete anos de diferença entre si. Uma “nasceu” em 1886 e a outra em 1893, ambas surgindo com farmacêuticos e disputando até hoje o mesmo mercado. Essas são a Coca-Cola e a Pepsi Cola.
Desde o início a Coca-Cola tornou-se mais conhecida e passou a ser mais comercializada do que a Pepsi, principalmente a logomarca. Quando surgiu, Frank Robinson o contador de John Pemberton criador da bebida, escreveu de próprio punho o nome Coca-Cola e a marca continua até hoje a mesma, teve mínimas alterações e sempre buscou modernizar a escrita. A Pepsi, ao contrário da concorrente, sempre esteve atualizando sua logo, o que de certa maneira confunde seus consumidores.
Outro ponto a favor da Coca-Cola foi a forma com que buscou expandir seu mercado. Quando os Estados Unidos iniciaram sua participação na Segunda Guerra Mundial, a empresa “acompanhou” os combatentes norte-americanos graças ao presidente da companhia na época, o Sr. Robert Woodruff que determinou que a bebida passasse a ser vendida por US$ 0,05 para eles, independente de onde eles estivessem. Com isso, a bebida foi parar na Europa e após a paz voltar a reinar, os negócios fora do território americano só aumentaram.
A Pepsi sofreu com muitas crises, troca de comando inúmeras vezes e algumas falências no começo do século passado. Para reerguer-se passou a inovar, colocando no mercado não somente a bebida tradicional, mas bebidas de sabores distintos, conforme o mercado daquela região sugeria, tais como: sabor de baunilha com cereja (Pepsi Jazz Black Cherry – French Vanilla – EUA), feijão (Pepsi Azuki – Japão), café (Pepsi Cafechino – Itália), canela e picante (Pepsi Fire – China), sorvete de creme (Pepsi Ice Cream – Rússia) e, inclusive, uma com coloração azul e sabor de limão, abacaxi e soda (Pepsi Blue Hawaii). Isso fez com a marca crescesse, mas não chegando a incomodar a liderança da Coca-Cola.
O “boom” de crescimento da companhia veio a partir da década de 70, quando a Guerra das Colas teve início.
Ambas partiram para campanhas de marketing agressivas, sendo que a Pepsi chegou a lançar 58 filmes comerciais apenas no ano de 1985. Neste mesmo ano, a Coca-Cola resolveu inovar e após algumas pesquisas e lançou a New Coke, mudando pela primeira vez a fórmula da bebida. A crise se instalou na companhia, imediatamente as reclamações começaram e com isso as vendas caíram drasticamente. Essa brecha foi aproveitada pela concorrente que começou a aumentar as vendas e nos filmes comerciais mostrava que havia vencido a batalha.
A estratégia usada pela Coca-Cola para retomar a liderança foi lançar a Coca Cola Classic, retornando a fórmula original e retomando a liderança da concorrente.
Com uma estratégia de marketing errada, a Coca Cola acabou deixando a Pepsi “aparecer” e crescer em muitos mercados e com isso perdeu a liderança em lugares os quais não recuperou até hoje como, por exemplo, na Arábia Saudita e boa parte do Canadá.

CURIOSIDADES DAS EMPRESAS
– O nome Pepsi originou-se quando o farmaceutico Caleb Bradham desenvolveu a bebida que inicialmente era um remédio para combater a dispepsia, causada pela falta de pepsina (enzima digestiva) no organismo.
– A cantora Britney Spears foi garota-propaganda da Pepsi por apenas dois anos. Seu contrato foi rompido quando ela foi flagrada bebendo uma Coca-Cola.
– Até hoje, o Sr Roberto Goizueta, falecido em 1997, é considerado o melhor presidente da Coca Cola, tendo feito seu valor de mercado subir da casa dos 4 bilhões para 145 bilhões de dólares em apenas dezesseis anos.
– O australiano Douglas Draft foi contratado na década de 90 para assumir a Coca-Cola, porém, ele era considerado um “desligado”, tendo aparecido em reunião com um sapato de cada cor e ter contratado uma pessoa especialista em feng shui para melhorar as vibrações, o que não ocorreu.
– No ano 2000, o mesmo Douglas Draft já havia acertado a compra da Quaker, por 14 bilhões de dólares, porém, na reunião final antes da aquisição, todos os conselheiros se uniram e foram contra a aquisição. Após isso, a Quaker foi adquirida pela rival, a PepsiCo, que iniciou uma estratégia diferenciada, buscando produtos que fossem mais saudáveis.
– Uma agência antidrogas do Peru, afirma que a Coca Cola compra mais de 200 toneladas de folha de coca de peruana e boliviana para ser utilizada na sua fórmula secreta, fato este que ninguém confirma e nem vai confirmar.
– Há alguns produtos que utilizam nomes parecidos para agradar públicos específicos e são de outras empresas não ligadas à Coca Cola e Pepsi. Existe a Mecca-Cola para o público islâmico e a Inca-Cola para o público peruano.

Comentar
  • 65 comentários para "Eternas Rivais – Coca Cola X Pepsi"

  • Postado em 10/21/2010 às 19:03 Danilo

    Achei meio nojento um refrigerante com sabor de canela e picante, feijão ou café.

  • Postado em 10/21/2010 às 23:50 Fabiana

    Como é que pode um “remédio” ser tão bom?

    Prefiro muito mais a pepsi do que a coca cola

  • Postado em 10/23/2010 às 18:06 lohane

    Eu amuuuuuu Coca-Cola…e odeio a pepsi…
    O mundo sem Coca-Cola seria HORRIVEL!!!!

  • Postado em 10/26/2010 às 17:01 Betsabé Mas Oliva

    Muy interesante el artículo y entretenido de leer. También quiero agregar algo, con respecto a la Inca Kola, que es la bebida nacional del Perú y fue líder en ventas por encima de la Coca Cola siempre. Entonces como plan de posicionamiento del mercado, al final la Coca Cola compró la fábrica de Inca Kola, ahora ambas pertenecen a la misma empresa, pero ojo, Inca Kola no es negra, sigue siendo de color amarillo como siempre.

  • Postado em 11/6/2010 às 0:47 B!anca

    Ah, eu gosto de Pepsi…

  • Postado em 01/15/2011 às 16:09 Thallysson

    Prefiro a Pepsi

  • Postado em 02/28/2011 às 23:58 Pedro

    as 2 sempri bateno de frende +++ as 2 são muito boas !

  • Deixe um comentário


    Os campos marcados com * são obrigatórios

    (seu e-mail não será publicado)

© 2010 Enriquecendo | Entradas (RSS) | Comentários (RSS)
Desenvolvido por Persuadindo